Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade

Governo Federal reconhece situação de emergência de mais 32 cidades brasileiras

Uma das cidades é da região da AMAU. O estado de Goiás obteve o reconhecimento por doenças infecciosas virais. Estado contabiliza mais de 23,5 mil casos de dengue em 2024.

Defesa Civil Nacional
por  Defesa Civil Nacional
10/02/2024 07:34 – atualizado há 15 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Goiás obteve o reconhecimento por doenças infecciosas virais. O estado vivencia o um surto de casos de doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegipty, com o aumento expressivo em especial no número de casos de dengue e chikungunya. De acordo com o Ministério da Saúde, Goiás contabiliza mais de 23,5 mil casos de dengue em 2024.

No Rio Grande do Sul, as cidades de Cacique Doble, Centenário, Cerro Grande, Colinas, Espumoso, Nicolau Vergueiro, Nova Esperança do Sul, Pinhal e Rolante foram afetadas por chuvas intensas. Já Gramado dos Loureiros foi atingida por vendaval, enquanto Morrinhos do Sul enfrentou enxurradas.

Ainda na Região Sul, no Paraná, entraram em situação de emergência os municípios de Capitão Leônidas Marques, por doenças infecciosas virais; Imbituva, por chuvas intensas; e Pinhal de São Bento, por vendaval. Em Santa Catarina, Itajaí foi castigada por inundações e Mondaí, por queda de granizo.

No Nordeste, Independência e Santa Quitéria, no Ceará, e Boa Vista, Lagoa e São José de Espinharas, na Paraíba, enfrentam estiagem. Já Solonópole, no Ceará, Santa Cruz, no Rio Grande do Norte, e Carira, em Sergipe, passam pela seca, que é um período de falta de chuvas mais longo do que a estiagem.

Petrópolis, no Rio de Janeiro, registrou quedas, tombamentos e rolamentos de blocos. Chuvas intensas também afetaram Guanhães, Jampruca, Rio Pardo de Minas e Teófilo Otoni, em Minas Gerais. Saiba mais aqui. No estado foram ainda registrados vendaval em Cana Verde e em Santana do Jacaré e seca em Bandeira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE