Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Prefeitura encaminha PL para isentar IPTU de bares, restaurantes, hotéis, casas de eventos e similares
O projeto será votado em sessão ordinária da Câmara de Vereadores na segunda-feira (14).
Ascom
por  Ascom
10/06/2021 10:48 – atualizado há 14 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A Prefeitura de Erechim, buscando amenizar os impactos econômicos causados pela Covid-19 para os empreendedores não essenciais que estão, em sua grande maioria, com as atividades paralisadas desde março de 2020, encaminhou nesta quinta-feira (10) um projeto de lei para a Câmara de Vereadores, para autorizar o Poder Executivo a adotar medidas de incentivo fiscal no município. O projeto será votado em sessão ordinária da Câmara de Vereadores na segunda-feira (14).

Conforme explica o prefeito, Paulo Polis, o projeto busca a isenção do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e taxa de recolhimento de lixo para estabelecimentos destinados ao funcionamento de bares, restaurantes, hotéis e similares, casas de eventos e outros que importem em atividades de eventos e festas, os quais sofreram consequências econômicas negativas pelo advento da Covid-19.

A notícia foi dada em primeira mão para os representantes legais do Sindicato dos Empregados no Comércio hoteleiro, restaurantes, bares e empregados em Turismo e Hospitalidade do Alto Uruguai/RS (Sindithores) em reunião no Salão Nobre da Prefeitura, com a presença do prefeito, do vice-prefeito, Flávio Tirello, da secretária de Administração, Izabel Ribeiro e o secretário Geral de Governo, Edgar Marmentini.

Segundo os representantes que participaram da reunião hoje o setor apresenta um cenário onde entre cada 10 estabelecimentos, sete estão passando por sérias dificuldades e, cerca de 30%, já encerraram suas atividades. “Neste momento só temos a agradecer ao Poder Público que, desde o início do ano, tem tido esse olhar atento, essa sensibilidade para com todos, especialmente àqueles mais prejudicados pela pandemia. Estamos realmente muito realizados pela atenção, pelo olhar atendo e pela preocupação da Prefeitura com o nosso setor. Somos sabedores que a Administração Pública é sensível aos problemas da nossa cidade e, está sempre em busca de soluções pelo bem da coletividade”, disse o presidente do Sindithores, Ademir Zarbielli.

Para Paulo Polis, a principal justificativa para adoção de medidas de auxílio do tributo municipal por parte da Prefeitura decorre do momento crítico por que passa a comunidade local, em vista da pandemia e, por consequência, a paralisação de diversas atividades econômicas.

“É imprescindível que o Poder Executivo Municipal tenha um olhar mais atento nesse momento em que o mundo atravessa um período pandêmico, cabendo a cada ente local atuar da forma mais precisa e imediata, seja na área da saúde, quanto na da economia local. Diante disso, é nossa obrigação enquanto gestores públicos oferecer aos empreendedores de nosso município condições para a reversão da economia estagnada desde o início da pandemia da Covid-19. Erechim vai reverter esse quadro difícil e, para isso precisamos ajudar alguns setores a passar por este momento”, declara o prefeito.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...